Desculpe.
Não foi possível atualizar o item da Lista de desejos no momento.

Aves migratórias - Disney Animals

Lindo marreco-arrabio

Disney's Animal Kingdom Theme Park

Walt Disney World® Resort

Os visitantes podem ter

qualquer altura

Conteúdo de interesse para

Todas as idades

Acessibilidade e outras informações | Abre uma caixa de diálogo

Acessibilidade

  • Pode permanecer na cadeira de rodas/ECV

Interesses

Encontros com Animais

Faça o caminho e os atalhos de migração das aves - desde cegonhas até beija-flores - já que elas desafiam os climas e os continentes para voltar para casa.
Gansos cinza andam juntos

Onde procurar aves migratórias

Uma em cada 5 aves – mais de 2.000 espécies – migram de uma localização geográfica para outra todos os anos.

Aves migratórias no Disney's Animal Kingdom Park
Os visitantes podem ver as aves migratórias em 3 áreas diferentes do Disney's Animal Kingdom Park. Visite os gansos cinza no Maharajah Jungle Trek, cegonhas brancas no Tree of Life e marrecos arrabio no The Oasis, perto da entrada principal do parque. Os Visitantes podem saber mais sobre o compromisso da The Walt Disney Company para com a preservação, participando da Backstage Tales, um passeio nos bastidores das instalações de animais, oferecido no Disney's Animal Kingdom Park.

Aves migratórias na vida selvagem
As aves migratórias são encontradas em todos os continentes - até alguns pinguins migram. As migrações coincidem com as mudanças de estação, geralmente por razões de alimentação no inverno e de criação na primavera. Muitas aves migram do norte para o sul no inverno, mas no hemisfério sul, as aves vão do sul para o norte no inverno. Alguns pássaros aquáticos migram de leste para oeste e alguns que vivem nas montanhas simplesmente sobem e descem entre as elevações mais altas e mais baixas.

Ameaças às aves migratórias
Mais de 40% das espécies de ave migratória está diminuindo - e mais de 200 das espécies agora são consideradas mundialmente ameaçadas, como resultado da perda do habitat e competições com humanos. Os ecossistemas que são fundamentais para as aves migratórias estão desaparecendo a taxas alarmantes.

Esforços de preservação da Disney
A Walt Disney Company está intensamente comprometida com a proteção das aves migratórias e seus habitat naturais. Descubra o que a Disney está fazendo por essas espécies - e como você pode ajudar.

"O Disney's Animal Kingdom cria uma incrível experiência, onde você fica realmente engajado com os animais e sua preservação. "Você vai embora com uma conexão especial com os animais e a natureza." – Djuan Rivers, Vice-presidente do Disney's Animal Kingdom Park

Grou americano próximo ao riacho

Preservação da Disney: como salvar as aves migratórias

As aves migratórias cruzam os países e continentes, então os esforços para protegê-las devem ser de alcance internacional.

Estados de passagem
As aves que fazem as rotas de migração precisam parar e descansar em lugares seguros, que tenham água limpa, alimentos e abrigo. Mas esses habitat de parada estão desaparecendo a taxas alarmantes, como resultado de desmatamento, expansão humana, poluição, pesticidas e mudanças nos níveis e qualidade da água. Derramamentos de óleo em grande escala estão devastando as populações de aves marinhas, enquanto que muitas aves são mortas por edifícios, linhas elétricas e moinhos no seu caminho.

Ameaças e obstáculos
As aves migratórias geralmente batem em janelas de vidro que refletem a paisagem ao redor durante o dia e em edifícios altos à noite. O Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA estima que as colisões em janela são responsáveis por até 1 bilhão de mortes de aves anualmente apenas nos Estados Unidos. Outra grande ameaça são os gatos selvagens e domésticos, cuja estimativa é de matar até 4 bilhões de aves por ano nos EUA.

A Disney está ajudando as aves migratórias na natureza
Era um sonho de Walt Disney proteger o habitat para a vida selvagem, é por isso que ele reservou um terço do Walt Disney World Resort - mais de 8.000 acres de habitat de pântano e planalto - como área protegida. Essa Área de Administração e Preservação da Vida Selvagem (WMCA) funciona como importante corredor para muitas espécies de aves migratórias. De fato, muitos desses pássaros adotam o local como seu lar no inverno e território para procriação. No total, há mais de 200 espécies de pássaros que, seja por uma estação ou durante o ano todo, chamam a WMCA de lar. Todos os meses, com o fluxo contínuo de populações, funcionários da Disney realizam pesquisas sobre a constante alteração da diversidade.

Os funcionários da Disney monitoram e trabalham para proteger a andorinha-azul, um pequeno pássaro que se alimenta de insetos e pesa apenas 2 onças. As andorinhas-azuis que você vê no Walt Disney World Resort viajaram incríveis 3.000 milhas do seu território de inverno na Amazônia brasileira, com uma missão muito importante em mente: criar uma família. Elas dependem de pessoas para instalar casas para elas, então fique de olho nas casinhas de andorinhas-azuis instaladas por todo o Walt Disney World Resort, incluindo o Epcot, o Disney's Caribbean Beach Resort, o Disney's Port Orleans Resort – Riverside e o Disney's Saratoga Springs Resort and Spa.

Quando as andorinhas constroem seus ninhos, começam com gravetos de pinheiro. Depois de estruturar um ninho com folhas de carvalho, podemos esperar a chegada de 5 a 7 ovos. Em apenas 16 dias, os ovos chocam e os novos pais andorinhas-azuis se ocupam em cuidar dos filhotes, alimentando-os com muitas libélulas. Em cerca de 26 dias, os passarinhos estão cobertos de penas e se preparam para seu primeiro voo. Quando o outono nos EUA chega, os passarinhos e seus pais partem para aquela jornada incrível de volta para a Amazônia brasileira. Todos os anos, aguardamos ansiosos pelo seu retorno!

Outro de nossos amigos de penas que a Disney ajuda é o grou-siberiano. Eles são muito marcantes, especialmente na China, onde repousam no inverno antes de viajar para o território de procriação, no norte da Rússia. Porém, o grou-siberiano também está criticamente ameaçado de extinção devido à perda do habitat de pântanos na rota migratória dele. A Disney concentra esforços para reverter esse declínio através do Disney Conservation Fund e dos conhecimentos dos funcionários da Disney, que apoiam iniciativas para monitoramento e proteção dos locais de paradas relevantes na rota de migração de mais de três mil milhas, que os pássaros atravessam todos os anos.

Cegonha branca em pé em um declive

Aves migratórias na Disney: lar longe de casa

O Disney's Animal Kingdom Park é o lar de espécies de aves migratórias muito especiais.

Ganso de cabeça listrada (Anser indicus)
Os gansos de cabeça listrada (no Maharajah Jungle Trek) são os voadores mais altos do mundo, conhecidos por cruzar o Himalaia a 30.000 pés (10.000 m) – altitude de cruzeiro de um avião a jato comercial. Esses incríveis gansos procriam próximo a lagos de grande altitude no Tibete e na Ásia Central durante os meses quentes de verão, depois migram para o sul da Ásia, quando fica mais frio, até a Índia Peninsular. Basicamente, são herbívoros, alimentam-se de gramas das terras altas, perto de riachos e lagos, mas também comem insetos e outros invertebrados.

Cegonhas brancas (Ciconia ciconia)
As cegonhas brancas (em Tree of Life) não entregam os bebês, mas eles estão por perto. Elas procriam nas terras úmidas da Europa, do Oriente Médio e do centro-oeste da Ásia durante os meses quentes de verão, depois cruzam os continentes inteiros para hibernar no sul da África – geralmente migram direto pelo deserto do Saara, sem parar, embora algumas usem o Sudão como local de descanso. Os alimentos favoritos incluem sapos, peixes pequenos, insetos, roedores, pássaros e ovos. Durante a época de reprodução, sua algazarra parece rajadas de metralhadora.

Marreco arrabio (Anas acuta)
Nossos elegantes marrecos arrabio (no Oasis) também são viajantes do mundo, se reproduzem na América do Norte, Europa central, Rússia e Ásia e hibernam em qualquer lugar desde o sul da Ásia e Europa até a América do Sul, norte da África e Ilhas do Pacífico! Os marrecos arrabio moram em lagos, rios, pântanos, região úmida de savana e se alimentam de grãos, sementes, insetos e grama. Se um predador se aproximar dos filhotes de uma fêmea, ela vai fingir que está machucada, desviando o foco nos filhotes para ela.

Cegonha cinza com pescoço cinza e branco e cabeça preta e vermelha

As aves migratórias são incríveis.

De certo modo, as aves migratórias conseguem navegar por milhares de milhas ano a ano sem se perder. Talvez esses pássaros sejam mais inteligentes do que pensamos.

GPS para as aves
Muitas espécies de aves migram por milhares – até mesmo dezenas de milhares – de milhas por ano, geralmente retornando ao mesmo lugar. Como eles fazem? Em distâncias curtas, as aves usam os marcos visuais para manter o curso. Os migrantes diurnos usam a direção do sol para navegar e os noturnos, a posição das estrelas. Algumas aves podem até sentir os campos magnéticos da terra – e usá-los para se orientar durante os voos.

Viajantes do mundo
As aves migratórias existem em todas as formas e tamanhos. O beija-flor está entre os menores – o beija-flor de pescoço vermelho mede apenas 2,8 a 3,5 polegadas (7 a 9 cm) e pesa menos que 0,2 onças (6 g). As maiores aves migratórias são os grous americanos, que podem chegar a 5 pés de altura (158 cm), mesmo pesando apenas 15 libras (7 kg). A andorinha do mar ártica tem uma das maiores rotas de migração anual de qualquer animal na terra, fazendo uma viagem de ida e volta de mais de 25.000 milhas (40.000 km) desde seus locais de alimentação no Polo Norte até hibernar na Antártica. Para não ficar para trás, o fuselo cruza o Oceano Pacífico, viajando mais de 6.800 milhas (11.000 quilômetros) em um único voo.

Por ar, mar ou terra
As aves migratórias geralmente seguem as rotas da aviação natural, conhecidas como rotas migratórias. Mas nem todas as aves viajam pelo ar. Alguns faisões e tetrazes viajam a pé, fazendo as migrações de altitude apenas subindo ou descendo a montanha. Algumas espécies de aves voam pela água, mas, depois, caminham até os campos de alimentação, quando chegam em terra. E os pinguins geralmente preferem migrar a nado.

Conservação de energia
Como as aves mantêm sua força e energia quando estão voando longas distâncias? Antes de sua viagem, a maioria das espécies consome mais alimento que o normal para acumular camadas de gordura para reserva de energia. Geralmente, as aves migratórias voam em uma formação em V (embora existam outras formações), o que facilita a viagem para cada uma delas. As aves da frente trabalham mais duro. Seus corpos criam um fluxo de pressão de ar reduzida que permite que as aves detrás deslizem por longas distâncias sem bater as asas. No geral, as aves trocam de posição periodicamente, revezando-se na dianteira para deixar que o líder tenha um descanso.

Batuíra-melodiosa na praia de areia

Você também pode ajudar as aves migratórias.

O que os humanos podem fazer para ajudar essas incríveis espécies de ave migratória? Mais do que você imagina.

É fácil se envolver na conservação das aves, começando pelo seu próprio jardim – uma provável área de parada para muitas espécies. Você pode ajudá-las a terminar sua viagem migratória, ter uma temporada de nidificação, criar os jovens e sobreviver ao inverno, se:

Proteja as aves dos animais domésticos
Os gatos podem machucar as aves ao perturbar, caçar ou até matar. Mantenha os gatos em recintos fechados.

Evite colisões em janelas
Deixe suas janelas à prova de pássaros ao colocar filtros, persianas ou decalques para deixá-las mais seguras e visíveis.

Restaure os habitat naturais das aves
Busque maneiras de ajudar a recriar os habitat que existiam em sua área, começando pelos parques da cidade e espaços abertos que são locais naturais para os pássaros.

Compre produtos que não prejudicam as aves
Proteja os habitat das aves na América Central e do Sul ao comprar chocolate e café cultivados na sombra.

Proteja a Natureza
Crie fontes de alimentos e locais de ninhos para aves locais e migratórias adicionando árvores nativas, arbustos e plantas no seu jardim.

Acesse os sites a seguir
Veja como a Disney protege a vida animal e os locais selvagens – e como você também pode fazer a diferença.

Disney Conservation Fund (DCF)

Disney's Animal Kingdom Park

Backstage Tales

Friends for Change

Disneynature

Purple Martin Conservation Association

International Crane Foundation

"Aprendi com o mundo animal e o que todos que estudarem vão aprender também, é um sentido renovado de parentesco com a Terra e seus habitantes." – Walt Disney

Início do conteúdo da dica de ferramenta Fim do conteúdo da dica de ferramenta
  • Para obter ajuda na sua visita ao Walt Disney World, ligue para +1 (407) 939-5277.
  • Das 7h às 23h no horário da costa leste dos Estados Unidos. Os menores de 18 anos devem ter permissão dos pais ou responsável para ligar.
Links de rodapé

Inscrever-se para atualizações

Seja o primeiro a saber das últimas notícias e ofertas especiais do Walt Disney World Resort.

Inscrição bem-sucedida

Obrigado por se inscrever! Você deve começar a receber notícias e ofertas especiais muito em breve.

Powered By OneLink